Luciana Gimenez: Obtusa, ou canalha?

O que a esquerda mais pratica quando relacionada ao deputado Jair Bolsonaro, é a mesma sujeira de pseudo-interpretação de sempre. Retirando frases isoladas de um contexto já montado, utilizando um novo contexto de uma frase que o significado já existe, porém em outro texto. Uma regra há muito esquecida de considerações sobre uma noção de texto, pela qualidade acreditável do nosso ensino brasileiro, onde isolar frase alguma de um texto e tentar conferir-lhe o significado que deseja, é um erro além de impuro – vindo de ações repetitivas da esquerda – um erro imbecil e completamente equivocado.

Os relatos muito bem gravados sobre ontem, onde Gimenez utiliza estas maneiras para difamar subjetivamente o Bolsonaro, nos mostram a visão deturpada sobre o mundo que os esquerdistas têm. Pois, através dos termos citados acima, aceita-los como uma interpretação legítima e condescendente como o real termo utilizado pelo Bolsonaro, é rebaixar a língua portuguesa a níveis difamatórios por ela mesma e, nenhuma exceção que possa elevar novamente a interpretação explicitada linguisticamente.

Contudo, não enuncio tais palavras para ridicularizar ou praticar qualquer ato de sarcasmo contra tais termos de educação. Muito pelo contrário. Ninguém melhor que Gimenez para fazer perguntas estúpidas com replicas mal pensadas e imbecis, em um país onde as conclusões efetivas de uma frase, não devem ser levadas em conta o contexto de onde foi retirada, procurando impor um significado a mais ou diferente do original.

Para finalizar esta consideração, convém enfatizar que toda leitura, independente de ser escrita, para não ser equivocada, deve necessariamente levar em conta o contexto que envolve a passagem que está sendo lida, lembrando que esse contexto pode vir manifestado explicitamente por palavras ou pode estar implícito na situação concreta em que é produzido. Resumidamente, aqueles que escrevem estas perguntas não passam de pessoas de mau caráter, esquivando-se de regras de uma simples consideração de um texto para a interpretação, utilizando meios imundos e estúpidos e, claro, seguramente, pessoas que jamais devem ter ao menos tentado entender o que o deputado Jair Bolsonaro disse.

Eis o vídeo da entrevista.


3 thoughts on “Luciana Gimenez: Obtusa, ou canalha?

  1. Vinícius Valois

    Luciana Gimenez é obtusa E canalha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>