DROGAS! Sim ou não?

Liberação das drogas funciona como quebra do monopólio do tráfico sim, em teoria, na prática não funciona. A teoria só funcionaria se a liberação ocorresse no mundo todo. Se liberam aqui, além de haver milhares de maconheiros legais no território nacional, ainda estaremos financiando a guerrilha e as chacinas em outros países, que usam desse capital para ferir nossa soberania. Legalizar as drogas localmente é uma forma de “o melhor inimigo que o dinheiro pode comprar”.
Legalizar a maconha e outras drogas é dar poder econômico, político e social aos narcotraficantes e, principalmente, às FARC’s e outros grupos terroristas que vendem armas para criminosos da America Latina, que, convenientemente, tem profundas ligações com os partidos de esquerda do continente.
E sobre a questão levantada pela esquerda de que a guerra as drogas é ”empreendida a tantos anos sem nenhum progresso quanto a diminuição do números de usuários de drogas em geral”? Pois bem, em todos os países ocidentais dos anos 70 pra cá com o marxismo cultural e a infiltração de comunistas em setores do governo, foi intensificado essas políticas de direitos humanos que protegem apenas os criminosos mais perversos, tirando o poder de repressão das polícias as organizações criminosas. Pergunte aos seus familiares mais velhos se na época deles ocorriam esse uso estrondoso de drogas, a resposta vai ser certamente não. Segundo alguns secretários de segurança pública em nosso país, o policial não pode nem reagir quando é alvejado, como nós iremos combater o tráfico com essas políticas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>