Integralistas: Quem foram, e são?

Em toda a história do século XX já documentada é percebível que o número de revoluções esquerdistas estava, por assim dizer, em abundância em território e número. Marcado pelas guerras mundiais, pela hegemonia esquerdista quase fetichista, genocídios e principalmente a distribuição de fragmentos ideológicos progressistas por praticamente toda a América Latina, Europa, África e Ásia, o século XX tornou-se essência, um mar de complicações, desastres intelectuais e materiais.

Por razão, o Brasil sendo um dos alvos principais destas influências ideológicas participou de governos fascistas. Em um âmbito mais direto, a Era Vargas. O mundo, então, por estarem rodeado de ideologias tão semelhantes em sua essência, meios de agir e fins, recebemos, em nosso país, a mais alta cultura hegemônica esquerdista. Os dois principais grupos que pertenciam a certa resistência Varguista eram Prestes e Integralistas.

Contudo, existe uma leve confusão em termos dos integralistas, o que levam muitos a pensar de que foi um movimento “direitista”, quando, na verdade, foi exatamente o contrário. Pois, marcados pelo progressismo mental, seguiam exatamente o mesmo fascismo de Vargas. Um movimento Fascista, antifascista.

O mesmo ocorreu com Prestes. Mas, a diferença essencial é de que, souberam aproveitar as semelhanças ideológicas de Getúlio.

A questão a ser colocada, é de que em suma maiorias dos esquerdistas proferiram de intitular qualquer pensamento contrário ao deles de Integralistas/Fascistas. Quando é exatamente o contrário. Não pretendo resgatar a essência política do Fascismo para essa explicação, tanto porque não há espaço e tempo para explicar a coisa toda.

De toda forma, o movimento Integralista foi, na verdade, um movimento fascista, logo, de esquerda política. Não obstante, hoje em dia, até alguns pobres neocons aderem ao Integralismo achando ser um movimento bonito. Isso abre portas, não somente para os esquerdistas terem uma “prova” do que seria a Direita, mas também, abre portas para interpretações errôneas de nossa história.

Em todo caso, o Integralismo hoje é tido como algo ruim pelos esquerdistas por uma vertente errada. Realmente é um movimento ruim e chulo. Contudo, quem deveria apoiar este movimento eram exatamente e não, os “direitistinhas” que não estudam história.

-Algumas imagens:

308826 i7 imag020303 (1) integralistas

One thought on “Integralistas: Quem foram, e são?

  1. Margus

    Falou, falou e nem disse do que se trata o Integralismo. Desde quando defender “Deus, Pátria e Família” é esquerdismo? Esquerdista é você que defende esse socialismo disfarçado de “democracia” de hoje que só serve pra sustentar político corrupto e matar o cidadão de bem. Para de ser frouxo, prefere desmerecer movimentos importantes do que parecer “autoritário” pros esquerdistas? Seu sub-homem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>