A esquerda e suas DITADURAS de estimação

A mídia está falando disso o tempo inteiro “Bolsonaro fez apologia à tortura”, pois bem, essa situação foi providencial, porque, graças a ela muita gente está desmascarando os verdadeiros amantes da ditadura e de seus lideres genocidas. Leiam esse texto e assistam o video no final.

‘Então você é contra a ditadura?! Será?!?!’

Estou vendo pessoas na minha linha do tempo falando da ditadura e do Bolsonaro, ao mesmo tempo que curtem pessoas de partidos como o PCdoB, curtem um deputado gay que homenageia um assassino de gays, curtem e apoiam o partido do PT.

Essas pessoas estão em polvorosa, tementes com o crescimento da direita raivosa (a que respeita direito à opinião divergente e não fuzila o coleguinha, mesmo tendo que aguentar o Duvivier falando de política)

Já eu, tenho mais medo da esquerda.

Veja só você, na ditadura comunista de Mao na China, foi exterminado mais de um terço da população chinesa. Isso para nem mencionar as atrocidades que o tirano cometia com mulheres e afins.

Já na União Soviética, foi algo mais brando, apenas algumas dezenas de milhões exterminados por não se adequarem à revolução do proletariado.

Também na União Soviética foi onde ocorreu o holocausto ucraniano. Como Stalin acreditava que os ucranianos não se adaptariam à revolução do proletariado, Stalin achou um meio bastante eficaz de exterminá-los, matou-os de fome. Fez um cerco na Ucrânia e confiscou todo seu alimento, matando milhões de ucranianos. Lembrando a querida menção do barbudo Marx dizendo que aqueles que não se adaptam à revolução devem perecer mediante o holocausto. (pesquisar sobre o Holocausto Soviético para entender melhor)

Mas olhemos aqui nossos vizinhos, a maravilhosa Cuba castrista, onde em seu regime exterminou gays, torturou, matou milhares por mero extermínio e mesmo assim têm pessoas apoiando ainda nos dias de hoje. O símbolo Che Guevara por exemplo, estampado nas camisetas de milhares, dizia abertamente que odiava negros e que gostava do cheiro de sangue quando matava, olha que figura bacana para se homenagear. Ele também teve a brilhante ideia de drenar o sangue dos prisioneiros antes de fuzilá-los e vender aos camaradas africanos que necessitavam de sangue em seus bancos na época.

Também poderíamos aqui tratar da recente ascensão da gloriosa Venezuela, mostrando-nos mais uma vez as benesses de um governo de esquerda. Só não tem comida, papel higiênico, liberdade, ou alegria, mas isso tudo é supérfluo, são bobagens que os burgueses gostam.

Poderia aqui citar os horrores da Coreia do Norte, mas ainda é muito difícil possuir informações sobre tal regime por ser muito fechado. Mas basta ver a atual situação da população morrendo de fome nas mãos do tirano Kim.

Poderia tratar da repressão romena sofrida quando a Romênia viveu sob regime comunista, retratada com maestria por autores como Gabriel Liceanu, Lucian Blaga, Andrei Pleșu, Nicolae Steinhardt, entre outros…

Enfim, a lista de atrocidades e caos causados pelas ditaduras comunistas ao longo da história é longa e não quero mais me alongar, mas uma coisa é certa, se tenho medo de alguma coisa, é de viver sob um regime de esquerda.

Por fim, resta a pergunta: POR QUE VOCÊ APOIA ASSASSINOS, TIRANOS, HOLOCAUSTOS E SEUS ENTUSIASTAS?!?!?!

Fontes: “O Livro Negro do Comunismo” (vários autores)
“O Verdadeiro Che Guevara” – Humberto Fontova
“Camaradas, uma história do comunismo mundial” – Robert Service
“A Barca de Caronte” – Lucian Blaga
“O zero e o infinito”
“A Nomenklatura” – Michael Voslensky

Texto de Matheus Noronha

Assistam esse video:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>