Sobre formas de Retardo

Esta semana, dois dos grandes jornais brasileiros, fizeram matérias sobre a cantora gospel Ana Paula Valadão. O motivo: ela postou um texto no facebook onde se dizia indignada (com razão, diga-se de passagem…) com a nova campanha de dia dos namorados da loja C&A. o texto dizia ainda, que se deveria promover um boicote a marca e a referida campanha.
Deixando de lado a “polêmica”, e tendo em mente as reações da mesma, na mesma semana, Ana Paula foi alvo de um “vomitaço”, onde vários usuários da rede, contrários a opinião da cantora postaram nos comentários de seus posts a figurinha do “vomito”. O que nos leva ao assunto de hoje: o retardo.
Em primeiro momento, deixo claro que todo mundo tem o direito de ter a opinião que quiser. E manifestá-la do modo como quiser, desde que dentro de alguns limites de segurança, e outros, menos explícitos, de noção do ridículo. Não é a primeira vez que algo desse tipo acontece, o que me leva a uma duvida. Qual será o nível atual do retardamento das pessoas? É alarmante. Gente cagando em foto de políticos nas ruas, deputados e artistas de grande público cuspindo em “opositores”, e pessoas menos importantes, na internet, promovendo “vomitaços” em postagens que emitem opiniões pessoais. Os mesmos que se dizem a favor da linda e maravilhosa, liberdade de expressão.

            Qual é a novidade, em uma pastora evangélica, ser contra a ideologia de gênero e o homossexualismo? Os mesmos que berram em nome do “direito de escolha” e da “liberdade religiosa” estão enfurecidos com uma demonstração publica de ambos. Ana Paula Valadão, e todas as pessoas têm o direito de ter opinião própria. E de manifestá-la. E Ca entre nós, um texto no facebook me parece se não mais “útil”, pelo menos bem mais higiênico do que defecar em praça pública.
Não é como se o “protesto” da pastora fosse ser a “cura gay”, nem como se a C&A fosse desmanchar a campanha pela opinião dela. Afinal, não é nada mais do que uma OPINIÃO, sendo necessária grande dose de retardamento mental de algum tipo, pra gerar toda a comoção que gerou.
Assim, caro amiguinho eventualmente retardado, defensor de “vomitaçoes” “cusparaços” “cagaços” e seja qual for o “aço” nojento que vira a seguir (ainda que virtual), tenha em mente, que se você também tem o direito de ter uma opinião a respeito da opinião alheia; entretanto, reagir a ela como um boçal, tentando de todas as formas silenciar tal opinião (no caso da pastora, feministas dirão que é Gaslighting), recorrendo a boicotes, não é nada alem de RETARDO. SEU RETARDADO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>