Nova York reconhece a existência de 31 gêneros

GÊNERO2Pessoal, li essa reportagem e dei muito risada, sério. Os cabeças do marxismo cultural, que estimulam essas coisas, devem rir muito dos idiotas úteis que levam essas coisas a sério, pois de fato está cada vez mais ridícula as teorias que esse povo cria, chegam a ser doentias. Pois bem, eu copiei e colei a lista dos 31 gêneros que NY passou a reconhecer. Deixo as criticas mais contundentes para vocês.

Segue a lista:

  1. Bi-Gendered (Bi-gênero)
  2. Cross-Dresser
  3. Drag-King
  4. Drag-Queen
  5. Femme Queen
  6. Female-to-Male (Fêmea-para-macho)
  7. FTM
  8. Gender Bender (Gênero fronteiriço)
  9. Genderqueer
  10. Male-To-Female (Macho-para-fêmea)
  11. MTF
  12. Non-Op
  13. Hijra
  14. Pangender (Pangênero)
  15. Transexual/Transsexual
  16. Trans Person (Pessoa trans)
  17. Woman (Mulher)
  18. Man (Homem)
  19. Butch
  20. Two-Spirit (espirito duplo)
  21. Trans
  22. Agender (sem gênero)
  23. Third Sex (Terceiro sexo)
  24. Gender Fluid (Gênero fluido)
  25. Non-Binary Transgender (transgênero não binário)
  26. Androgyne (andrógena)
  27. Gender-Gifted
  28. Gender Bender
  29. Femme
  30. Person of Transgender Experience (Pessoa em experiência transgênera)
  31. Androgynous (Andrógeno)

ps. O site, que noticiou isso, salientou o fata de NY estar aberto para a adoção de novos gêneros. kkkk

fonte: Hypeness

4 thoughts on “Nova York reconhece a existência de 31 gêneros

  1. Felipe Rodrigo

    Eu me sinto um ouriço, pela a ideologia de genero, eu posso ser oq eu quiser. Agora eu sou o Sonic O Ouriço.

  2. Raiden

    31 gêneros e ainda tem gente querendo colocar mais kkk

  3. JWB

    29 Maneiras de ser um doente mental…

  4. Ítalo

    Se eu ganhasse um real para cada gênero que existe… eu teria dois reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>