Por que Espíritas não podem ser Comunistas?

Antes de iniciar esta pequena revisão da Doutrina Espírita e evidenciar um esclarecimento melhor daquilo que muitos desconhecem, mas ama opinar, este que vos escreve é Espírita. Não entrarei em méritos profundos a respeito desta religião específica, mas ao mesmo tempo colocarei pontos que necessitam de uma análise profunda de cada leitor.

Primeiro é preciso lembrar-vos de que o início das obras de Karl Marx utiliza um percussor – supostamente histórico – de que as “religiões são o ópio do povo”. No mesmo tempo em que Karl Marx publicava o “Manifesto Comunista” em 1848, Allan Kardec também publicava seu 6° livro: “Catecismo Gramatical da Língua Francesa”. Já evidenciando uma diferença enorme de conteúdos, podemos colocar também de que Allan Kardec, antes de conhecer e estudar o Espiritismo, foi professor que trouxe diversas obras didáticas como em 1824: “Curso prático e teórico de Aritmética, segundo o método de Pestalozzi, para uso dos professores e mães de família, com modificações – 2 tomos” e em 1828: “Plano Proposto Para a Melhoria da Instrução Pública” (este, coroado em Academia Real de Arras).

Vemos, portanto, de que Allan Kardec nunca fez suas obras através de motivos chulos e com objetivos perversos, diferentemente de Karl Marx. Além do mais, quando olhamos para a história do Espiritismo, vemos que Kardec usou parte de sua vida para ajudar as crianças e os mais pobres, dando-lhes abrigo e educação.

Segundo, é preciso lembrar-vos também de que a obra de Karl Marx vem do pressuposto do ateísmo. E, como podemos esclarecer sem nenhum medo, Allan Kardec acreditava em Deus:

               “4. Onde podemos encontrar a prova da existência de Deus?
— Num axioma que aplicais às vossas ciências: não há efeito sem causa. Procurai a causa de tudo o que não é obra do homem e vossa razão vos responderá.
Comentário de Kardec: Para crer em Deus é suficiente lançar os olhos às obras da criação. O universo existe; ele tem, portanto, uma causa. Duvidar da existência de Deus seria negar que todo efeito tem uma causa, e avançar que o nada pôde fazer alguma coisa.” (KARDEC, Allan. in Livro dos Espíritos, França, ed. 1857).

Ainda nesse contexto, o Imperador da França, Napoleão III (católico) que, ganhando a simpatia de conservadores contra os socialistas da época, abriu portas para que Kardec pudesse publicar seus livros na França livremente e, tentar adequar suas metodologias de ensino Cristão em uma nova instituição. (A instituição não foi construída, pois houve problemas financeiros na vida de Kardec).

Adentrando a doutrina espírita, vemos também de que existe uma grande incoerência daquele que se diz “comunista”, “revolucionário”, quando ao mesmo tempo se encarrega de ser Espírita. Quando analisamos o espiritismo, é evidente de que nossa doutrina se encarrega do mais puro individualismo espiritual que, alça a evolução do ser. A Doutrina Espírita implica na evolução espiritual do ser, na gratidão, no amor, na caridade. Já o comunismo – ou a ideologia esquerdista – pretende realçar a coletividade, para fazer a revolução – que o próprio Marx assinala: poderá ser sangrenta.

Outro ponto importantíssimo se trata da propriedade que, encarado no espiritismo, a propriedade privada, como realce do indivíduo, defende-a como direito básico do ser humano. O espiritismo exclui a ideologia Liberal e Comunista, afinal o indivíduo, o ser humano, não é tratado como uma propriedade de si mesmo ou como uma propriedade coletiva: Ele é, essencialmente, um ser humano. Ele se encarrega de ser um indivíduo autônomo, e não um proprietário. Automaticamente, excluindo tais ideologias, o espiritismo adentra a moral cristã, a única capaz de realçar o indivíduo como tal, para amar seus semelhantes.

E por último, mas não menos importante, o objetivo dos revolucionários é fazer o papel de Deus. Estes concebem a realidade de uma forma completamente diferente dos seres humanos normais. O sentido de “Temporalidade”, sendo uma sucessão de possibilidades que ocorrem até certo ponto e o encaixe do mesmo nas possibilidades subsequentes, simplesmente desmonta todo o processo mental revolucionário: Se não há precedentes na Ordem como as coisas se apresentam, a idéia de uma sociedade perfeita uma vez constituída, não impede de que essa sociedade deixe de ser perfeita.

Mas, na mente revolucionária, o mundo ordenado permanecerá ordenado por conta de ações humanas. Uma vez dito isso, é percebível de que o discurso visa uma passagem do Tempo para outro nível de existência, tornando toda a concepção religiosa humana em apenas um capricho de construção social, sendo também a evidência de que essa mentalidade se contradiz com a realidade, afinal não se trata mais de uma temporalidade em aberto. É por fim, pré-definido pela sua própria perfeição. Logo, enxergando o tempo e a realidade de fora, como se fossem agentes da ação humana, fazem com que o processo da busca do comunismo se torne a busca da perfeição ao mesmo tempo em que produzem e ditam o que é a perfeição.

Na Doutrina Espírita, é concebido de que nenhum ser humano pode fazer papel de Deus.  A realidade, e o mundo físico-temporal, se tratam de percepções que todos os indivíduos compreendem de uma só forma. A mentalidade revolucionária é relativista, a Doutrina Espírita é objetiva em seus conceitos e estudos. Ademais, quando os revolucionários enxergam a temporalidade de uma forma construtivista, se contradiz extremamente com a manifestação dos espíritos – assim colocado no livro “O Evangelho segundo o Espiritismo” – de que em vários locais do mundo, eles denotam a existência de um ser maior, regente e criador de nossa realidade, por meios da mediunidade.

A raiz da Doutrina Espírita e em toda a sua história e conceitos religiosos – juntamente com a moral cristã – nos mostra de que quem é Espírita não pode jamais ser ao mesmo tempo um comunista. É materialmente e moralmente inconcebível!

Resumidamente, o Espírita não pode ser comunista porque ele é Cristão.

24 thoughts on “Por que Espíritas não podem ser Comunistas?

  1. Carla Gondim

    Sou espírita e sou de extrema direita. Mas umas das coisas mais importante da doutrina eh o livre arbítrio. Vc pode acreditar no que quiser. Incoerente ou não. Eu qdo comecei na doutrina espírita eu não acreditava em algumas coisas. Pra doutrina espírita. Deus não eh Deus pai ( eh uma força universal que controla tudo), não existe céu e nem inferno (logo não existe pecado). Vc se mantém no caminho certo pela questão ética e isso não se constrói da noite para o dia. Aliás demora e cada um tem seu tempo. A Bíblia eh um livro histórico e Jesus o ser mais importante que já passou na terra por isso seguimos os ensinamentos de Cristo.
    Então vc pode ser e fazer oq quiser sendo espirita. Inclusive ser comuna (fazer oq) …
    A reforma íntima eh que define em que nível de evolução vc está

  2. Vagno Fernandes

    Acabou o papel aqui no banheiro e aí vim ler esse texto.

    • Marcelo Mottini

      Belo argumento. Vai defecar apenas ou vai urinar, cuspir ou vomitar também?

      • Vagno Fernandes

        Obrigado!

    • Laender Alves

      doeu a carapuça não é ?

      • Vagno Fernandes

        Será?

  3. Wesley Macena

    Nossa, esse texto é extremamente tendencioso e ridículo. Acredito que o pensamento espírita é comunista, uma vez que ao promover palestras de orientação espiritual, por exemplo, preocupa-se com o bem estar espiritual de toda uma comunidade, indo de encontro à ideia do autor do “individualismo espírita”. Acredito que o pensamento espírita é, de alguma forma, comunista, pois se preocupa com o próximo, está sempre engajado em políticas de assistencialismo, quando promove bandejões para mendigos, campanhas para creches e entidades carentes etc. Não consigo imaginar um espiritismo capitalista opressor, esse mesmo espiritismo que ensina o desapego material, o amor a todos sem distinção, o respeito. Vai entender esses coxas…

    • Wellington Santos

      Caro Wesley, embora não seja eu o autor desse texto, venho lhe informar a respeito de alguns equívocos.
      O primeiro deles é imaginar que exista um monopólio da virtude e do altruísmo por parte dos esquerdistas, como se houvesse, no posicionamento conservador, alguma vedação à filantropia. Erro crasso. Na verdade o conservadorismo apela muito ao senso de comunidade e às tradições, em discordância com a ideia anarquista de que “somos todos cidadãos do mundo e as fronteiras são um mal”. Mas é um erro perdoável, haja vista que é muito raro os senhores do lado vermelho da força saberem DE FATO, algo sobre o pensamento conservador.
      Outro ponto é imaginar que todas estas ações filantrópicas são promovidas por agentes do Estado. Nada disso, são os agentes privados, com seus recursos, com sua disposição e liberalidade que promovem estas ações, ou seja, a caridade só é possível se houver a proteção à propriedade privada, eis o sentido da frase “não existe almoço grátis”.
      Seria bom primeiro saber o que pensam os conservadores para além do que alguns doutrinadores “martelaram” na cabecinha ingênua de vocês, antes de fazer esse tipo de comentário.

      O texto não é tendencioso, tão pouco ridículo; ridículo mesmo é pensar que uma ideologia que advoga materialismos sem fim, possa ter algum lastro com a ideia de transcendentalidade, seja esta de que ordem for.

      O COMUNISMO É INCOMPATÍVEL COM A FÉ!

    • Marcelo Mottini

      Que parte do “espírita não pode ser comunista por ser cristão” você não entendeu? Você confunde assistencialismo com caridade mas eu lhe explico: caridade é feita com recursos próprios, assistencialismo é feito com dinheiro dos outros. Você acredita que o espiritismo é comunista porque você não sabe o que é o espiritismo nem o que é comunismo. E você crava o texto como tendencioso e ridículo baseado no que você acha, sem apresentar um único fato ou argumento válido.

      • Léa

        Parabens. Disse tudo! Pelo menos alguem com cérebro e decência nesses comentários

    • Laender Alves

      puta que pariu !!! ,o comunismo,o marxismo são filosofias essencialmente ateias,relativistas,materialistas e subjetivistas,isso que você descreveu chama se CARIDADE OU ALTRUÍSMO,que são virtudes avindas da moral judaico cristã, ” Não consigo imaginar um espiritismo capitalista opressor, esse mesmo espiritismo que ensina o desapego material, o amor a todos sem distinção, o respeito. Vai entender esses coxas…” aqui você confunde individualismo com egoísmo,ou egocentrismo,ou mesmo narcisismo,individualidade é tudo aquilo que te torna único,que pressupõe que você é um ser pessoal de certa forma completo,o coletivismo exagerado leva a despersonalização do ser humanos,sua massificação,fazendo com que ele e os outros o enxerguem como apenas uma engrenagem,um automato que compõe a massa,o grupo,o que for,outra coisa,porque o capitalismo é opressor ?vc já viu alguém fugir dos EUA pra cuba ?da corea do sul pra do norte ?da RFA pra RDA ?da Europa ocidental pra oriental ?do japão pra china maoísta ?ou num exemplo mais atual,do neoliberal chile pra a Bolivariana Venezuela ?mais empirismo e menso utopia

    • Tula De Vito Franco

      Wesley, meu querido, como assim o PENSAMENTO ESPÍRITA ( NÃO É PENSAMENTO!) É COMUNISTA?! Não diga bobagens! O que vc sabe sobre Espiritismo? Já estudou as obras de Kardec? Estude, reflita e não diga o que não sabe!

    • Vantuir

      Caridade e filantropia não é invenção do comunismo, muito pelo contrário. Comunismo é a supressão do indivíduo em função do estado.

    • amanda

      Eu acredito que vc não leu “Viajem espirita de 1862” de Kardec!

  4. Moleu JP

    Faltou ainda adicionar a lei de igualdade que é uns dos mais fortes argumentos contra o Comunismo:

    811. A igualdade absoluta das riquezas é possível e existiu alguma vez?

    — Não, não é possível. A diversidade das faculdades e dos caracteres se opõe a isso.

    811 – a) Há homens, entretanto, que crêem estar nisso o remédio para os males sociais; que pensais a respeito?

    — São sistemáticos ou ambiciosos e invejosos. Não compreendem que a igualdade seria logo rompida pela própria força das coisas. Combatei o egoísmo, pois essa é a vossa chaga social, e não corrais atrás de quimeras.

    812. Se a igualdade das riquezas não é possível, acontece o mesmo com o bem-estar?

    — Não; mas o bem-estar é relativo e cada um poderia gozá-lo, se todos se entendessem bem… Porque o verdadeiro bem-estar consiste no emprego do tempo de acordo com a vontade, e não em trabalhos pelos quais não se tem nenhum gosto. Como cada um tem aptidões diferentes, nenhum trabalho útil ficaria por fazer. O equilíbrio existe em tudo e é o homem quem o perturba

  5. Luis Antonio Galbiatti

    Na realidade nenhum cristão verdadeiro,seja espírita,católico,protestante,pode ser comunista porque se o comunista nega Deus e as religiões,porque deveríamos nós seguir os pensamentos de um criminoso como Karl Marx? Ser um cristão e ser um comunista é impossível justamente por causa da negação de Deus e principalmente pela violência e pela sede de sangue dos comunistas,da qual nenhum cristão verdadeiro poderia sentir qualquer tipo de atração,a não ser os psicopatas de sempre.

  6. FiqueComCiencia

    Sinceramente eu gostaria de viver num mundo como o Nosso Lar. Qual sistema econômico tem lá? Não sei, mas esse é bom.
    Acredito que nesse momento de polarização política e divergências, podemos evitar a saia-justa e cair na armadilha dos Fariseus respondendo. ” A César o que é de César”.

    • Vantuir

      La têm Capitalismo.

      Se vc quer casa vc tem de trabalhar e comprar com bônus hora, sendo que esses variam em valor de acordo com o ministério.

      Espero ter ajudado

  7. Angel Mauro Avellaneda Barreto

    Bom dia.
    O primeiro que tudo peso voces desculpas se meu portugues e ruin, eu falo espanhol, mesmo assim vou tentar comunicar minhas ideias…
    Em resumo… eu acho triste que os argumentos do autor sejan tao pobres… nao consigo comprender como e posivel que ainda em nosso tempo e com nosso conhecimento o discusao seja somente pela questao de que eles nao acreditam em Deus e nos sim… e esto tao pobre que estou pensando que nosso dotrina e vista como uma coisa pobre….
    Se nos acreditamos e eles nao, e uma questao de forma, nao e o fondo da questao… voces conhecen em verdade que e ser comunista… voces conhecen em verdade que a bontade, e adjuda mutua, o cuidado de familia sao todos eles principios morales de elevada espiritualidade…No posso nem acreditar que nehuma questao de esta seja tinha em conta na hora de falar de comunismo e espiritismo.. e acaso melhor acreditar nas vontades de dinhero como diretor de nossas vidas?? pode uma sociedade ser justa e cheia de vontade quando todos seus individuos tem que competir pela sua alimentacao? e acaso o capital uma forma de vida que permita que o homen seja a melhor pessoa… e o melhor que o comercio seja o que regula nossas vidas? nao e acaso o espiritismo uma doutrina de amor que procura o bien pra todos nos? e que e falar de todos nos se nao outra coisa que comunismo… acho que as questoes que em verdade sao importante nem se quer sao nomeadas neste escrito que eu encontro muito pobre.
    Bom dia para todos voces.

  8. Vagno Fernandes

    Intão mim exprika?

  9. Léa Dantas Sampaio

    gostei muito de sua iniciativa em colocar este texto, mas me permita uma crítica construtiva: vc tem que melhorar urgentemente sua gramática (em tudo vc coloca ‘de que’, por exemplo, dentre outros) para valorizar seu trabalho. Sei que nos últimos 22 anos de esquerdopatia no país destruíram a educação oficial, mas vc tem muita luz e será fácil vc contornar esse desconstrutivismo trazido pelo comunista paulo freire.

  10. Lindomar Rodrigues Lima Junior

    Kardec: Ciência + Filosofia + Religião, ou seja, questionamento dos conceitos.

    Marx: 1Pensamento + 1 Sistema de Governo + 1 Grupo no Poder, ou seja, Ditadura e violência como solução.

    Se alguém viu algo similar, peço ajuda para entender.

  11. Tula De Vito Franco

    Caríssimo editor do Blog ORetrógrado,
    Talvez não saiba, mas a Doutrina Espírita não é nunca foi RELIGIÃO. Seria muito interessante que você se aprofundasse mais a respeito do tema, na obra O QUE É O ESPIRITISMO (ALLAN KARDEC) e também no artigo “É O ESPIRITISMO UMA RELIGIÃO?” Revista Espírita, Dezembro de 1868.
    E a moral que o Espiritismo prega é a universal. Jesus, ser mais perfeito que aqui esteve, veio para trazer essa moral (que muitas pessoas dizem ser a moral do Cristo), que na verdade é a mesma em todos os planetas.
    Outra questão, que pode também enriquecer o seu texto a respeito de o ESPIRITISMO SER CONTRÁRIO AO SOCIALISMO/COMUNISMO: as questões 808 a 813 de O LIVRO DOS ESPÍRITOS e também de um trecho de A VIAGEM ESPÍRITA EM 1862, sob o título DISCURSOS PRONUNCIADOS NAS REUNIÕES GERAIS DOS ESPÍRITAS DE LYON E BORDEAUX, precisamente o DISCURSO III. Em O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO, capítulo 16, “NÃO SERVIR A DEUS E A MAMON, capítulo que praticamente é uma exaltação ao CAPITALISMO. Ainda há em REVISTA ESPÍRITA – ERASTO, Revista Espírita, Outubro de 1861 EPÍSTOLA DE ERASTO AOS ESPÍRITAS LIONESES.
    De resto, ficou muito bom!
    Agradeço.

  12. Paula

    Completamente inútil e sem fundamentos tal texto, uma vez que é impossível seguir na evolução constante e progressista espiritual pensando exclusivamente na individualidade. De nada adianta frequentar a casa espírita, ler, tomar passe e não cumprimentar o porteiro; não dar lugar ao mais velho na fila. Não se importar com a coletividade é ser egoísta, e pelo o que me lembro, egoísmo é o problema central do ser humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>