Atletas militares, o grande medo da mídia brasileira

rafaelasilvaSPORT-large_trans++FbwQ1K6RBXwuFCxai13vFUnx7oYjpXwMTTy7UohtW0IA judoca Rafaela Silva ficou em dúvida nesta segunda-feira (8) antes de subir ao pódio dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro para receber a medalha de ouro pela conquista do torneio até 57 kg. A terceiro sargento da Marinha preferiu não repetir o costume de outros atletas militares de fazer continência enquanto a bandeira brasileira é hasteada na premiação, por medo de ser punida com uma possível perda da medalha. Temos que entender seu contexto, pois não sei se todos sabem, mas ela já havia sido desclassificada nos jogos de Londres, devida a aplicação de um golpe que a regra da competição não permitia. 90nl54r43rqyb8bqumzmckz1dEssa desclassificação pesou muito para fazer com que  ela não prestasse continência, sem  falar da orientação de seus técnicos e da COI. Acho complicado a gente julgar, mas não podemos nos esquecer que ela prestou continência, frente a bandeira, quando ganhou medalha de bronze nos jogos Pan-americanos de Toronto e sempre mostrou muito orgulho de ser uma militar.

O que mais me chamou a atenção, nessa história da Rafaela, é que a mídia só se preocupou em falar da sua origem humilde e do seu passado, em momento algum eu ouvi eles comentando o fato dela ser uma militar, esses detalhes podem parecer irrelevantes, mas mostram como a mídia ainda tem dificuldade em reconhecer e enaltecer a qualidade da nossa FAB, o mesmo aconteceu com Felipe Wu. Acho isso, no minimo, curioso. Um simples gesto de continência ao se hastear a bandeira é motivo para eles ficarem apavorados e tratarem o caso como algo polêmico.

Olhem outra promessa, que assusta a esquerda:

Sobre Felipe Wu e a prestação de continência.

Qual sua opinião? escreve ai.

13886441_1765134497076147_390859587984179307_n

Nos jogos Pan-americanos de Toronto, o Brasil contou com muitos atletas militares que prestaram continência ao ganhar medalhas.

2 thoughts on “Atletas militares, o grande medo da mídia brasileira

  1. XQuest

    Parabéns a esses atletas militares. Imagina onde estaria a classificação do Brasil se não fossem as conquistas desses militares que ganharam a maioria das medalhas.

    • Arnaldo

      Infelizmente eles não não militares de verdade, são atletas que após se destacarem em projetos sociais etc são inseridos ao meio militar (só de nome) para que as verbas passem a ser enviadas para o exército, nenhum deles tem treinamento algum, Nory por exemplo que foi engajado como terceiro sargento não é militar coisa nenhuma, não como deveria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>