Diga não à Doutrinação Marxista

Vemos o Brasil afundando cada vez mais por conta do marxismo cultural. Mas o mais engraçado é ver pessoas afirmando que não existe nada disso, e o pior: Afirmam com toda a convicção do mundo que não existe doutrinação marxista nas escolas.
Será que essas pessoas que fazem tais afirmações vivem no país das maravilhas? Ou será que a lavagem cerebral que elas mesmas sofrem nas instituições de ensino é tão grande que as deixam cegas? Ou será que essas pessoas são somente hipócritas? Bem, é difícil entender o que de fato se passa na cabeça de pessoas assim. Mas uma coisa é fato: Todos esses que dizem que não há doutrinação, é porque já estão fazendo parte do exército de estudantes doutrinados que vão fazer de tudo para defender ideias marxistas sanguinárias.
Nessa semana recebemos em nossa página do Facebook, “O retrógrado”, a denúncia de uma mãe que é contra essa doutrinação, pois na escola em que a filha dela estuda, começaram a divulgar para os pais uma petição sobre a PEC 241/2016 para que todos votassem “NÃO”, com a justificativa de que essa PEC vai acabar com vários programas sociais. (Se quiserem saber mais à respeito, entrem nos links que deixarei no final desse artigo.)
O pior não foi nem a escola divulgar essa petição para pais e alunos, e sim, suspenderem um dia de aula como protesto, aderindo ao Movimento Nacional contra essa PEC.
O objetivo das escolas é ensinar, e não transformar as instituições de ensino em lugares para fazer greves e protestos de cunho político. A prova disso tudo é que sempre que eu pergunto para a maioria dos marxistas se eles já leram algum livro de Ludwig von Mises, muitos nem conhecem quem foi, ou quando dizem que o “conhecem”, usam o argumento de que ele é o cara quem difundiu ideias neoliberais. Mas se eles estudassem mais sobre o Liberalismo econômico, eles veriam que na verdade, o neoliberalismo nem existe.
Então esse é o ponto que eu mais gosto de citar, afinal o objetivo das escolas é que possa existir um pluralismo de ideias, e que os professores possam citar tanto Marx quanto Mises. Tanto Engels quanto Adam Smith.
Claro que à respeito dos protestos e greves, devemos lutar pelos nossos direitos, e não devemos ficar calados diante de injustiças cometidas pelo governo, mas escola não é lugar disso. Nossos jovens estão sendo cobaias de interesses políticos. E para que esses interesses políticos sejam realizados com sucesso, estão infiltrando ideias revolucionárias na educação, para que dessa forma os professores sejam influenciados por essas ideias, e consequentemente os alunos também. Sendo assim, os objetivos socialistas do Foro de São Paulo terão mais êxito, pois não há nada mais emocionante para esses líderes gananciosos, do que ver jovens lutando para defender a ideologia assassina deles.

 

Comunicado sobre paralisação que a escola fez contra a PEC 241/2016:

14445851_10206051325357057_864590158_n

Vídeo que mostra uma cena de doutrinação marxista explícita em uma instituição de ensino:

 

Links sobre a PEC 241/2016:

http://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/5596998/aprovarmos-pec-241-nao-precisaremos-aumentar-impostos-diz-temer

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1468431&filename=PEC+241/2016

One thought on “Diga não à Doutrinação Marxista

  1. Alexandre Alexandre Alexandre

    Ótimo texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>