Trump declara George Soros “ameaça à segurança nacional”

O magnata judeu George Soros, grande doador do partido Democrata, está sendo considerado legalmente uma “ameaça à segurança nacional” nos Estados Unidos, por iniciativa do presidente Donald Trump.

A medida tem como base uma Ordem Executiva de 2014, assinada pelo então presidente Barack Obama, para combater ações que dificultem a transição pacífica de poder na Ucrânia. Trump legalmente atribuiu o status de ameaça a Soros baseado na informação fornecida pela Rússia de que George Soros financiava grupos para protestar de forma violenta na Ucrânia.

Informações dão conta que Trump fez um telefonema para a Rússia querendo saber sobre os arquivos que estão relacionados com o envolvimento de George Soros na crise ucraniana. A ação do presidente americano se deu justamente pela Ordem Executiva de 2014, assinada por Obama, que pavimentou o caminho para Soros ser oficialmente uma ameaça nacional.

A Ordem Executiva 13660 – “Bloqueando propriedade de certas pessoas que contribuem para a situação na Ucrânia” (Blocking Property of Certain Persons Contributing to the Situation in Ukraine) assinada por Obama, diz:

“Eu, Barack Obama, Presidente dos Estados Unidos da América, acho que as ações e políticas de pessoas que minam os processos democráticos e instituições na Ucrânia; Ameaçam sua paz, segurança, estabilidade, soberania e integridade territorial; E que contribuem para a apropriação indevida de seus ativos, constituem uma ameaça incomum e extraordinária à segurança nacional e à política externa dos Estados Unidos, e eu declaro uma emergência nacional para lidar com essa ameaça”

Nos Estados Unidos, Soros patrocina o grupo racialista “Black Lives Matter”, que faz parte do movimento negro, e no ano passado chegou a pagar aos manifestantes 15 dólares por hora, para agirem e causarem violência em várias oportunidades durante a campanha para as eleições americanas.

Recentemente, Soros pagou mais de 50 dólares a militantes para participarem dos protestos anti-Trump que ocorreram no Dia da Posse e no dia após a posse do presidente americano no que ficou conhecido como “Marcha das Mulheres”. Documentos mostraram que o financista tinha ligação com mais de 50 organizações que participaram do ato.

O bilionário progressista também usou sua enorme fortuna para ajudar na campanha do Partido Democrata, que perdeu as últimas eleições americanas com Hillary Clinton, candidata que defendia inúmeras pautas destrutivas incentivadas por Soros.

Quase um mês depois de tal ordem ter sido assinada, documentos diplomáticos dos EUA mostraram que Soros “minou os processos e as instituições na Ucrânia.” Devido à intervenção ilegal de Soros, surgiu o conflito que matou, segundo estimativas, 9.600 pessoas.

Na época o então presidente Barack Obama não enquadrou Soros como uma ameaça à segurança nacional dos Estados Unidos porque o magnata doou ao Partido Democrata cerca de 100 milhões de dólares.

Vale lembrar que além de Trump, a Hungria por meio de seu governo católico e nacionalista declarou que usará “todas as ferramentas à sua disposição” para “varrer” várias ONGs ligadas a George Soros do país.

Qual sua opinião? Comenta ai, compartilhe.

fonte: https://panoramalivre.wordpress.com/2017/02/11/trump-declara-oficialmente-george-soros-ameaca-a-seguranca-nacional/

4 thoughts on “Trump declara George Soros “ameaça à segurança nacional”

  1. wellington hipolito

    Trump fez muito bem. Pena que não pode jogar Soros direto na cadeia e bloquear todos os seus bens. “O socialismo só dura até acabar o dinheiro dos outros”.

  2. Johnny Rottava

    Fantástico. Excelente.

  3. Alessandra Bottega Arruda

    que noticia excelente!

  4. Rafael M.

    Esse bandido é judeu só de origem!!! Não confundam as coisas!!! Ele nasceu numa família húngara judaica, foi um colaboracionista dos nazistaa, delatando inúmeros judeis, que foram direto para as câmeras de gás. Tem no Youtibe uma entrevista dele dizendo q delatou mesmo e q não sente remorso nenhum pelo passado. Por sinal, apesar de ser de origem judaica, é um ateu declarado. Porco imundo, fascínora subversivo! Como judeu, eu tenho vergonha de saber q esse cara tbm tem sangue semita correndo pelas veias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>