Terrorismo no Egito atinge cristãos e a Fake News não demonstra interesse nenhum no assunto.

Pelo menos 44 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas neste domingo (9), no Egito, após explosões atingirem duas igrejas coptas (cristãs) no norte do país. Um grupo que pertence ao Estado Islâmico reivindicou a autoria dos dois ataques, informou a agência de notícias Amaq. Os cristãos são minoria no Egito (cerca de 10%) e pertencem à Igreja Ortodoxa Copta.  Os ataques acontecem no dia em que os cristãos celebram o Domingo de Ramos, que marca o início da Semana Santa, e no mesmo mês em que está prevista uma visita do papa Francisco ao Egito. A viagem está marcada para os próximos dias 28 e 29 de abril e é a primeira do pontífice ao Oriente Médio.

A primeira explosão ocorreu dentro da igreja copta de São Jorge, na cidade de Tanta, cerca de 100 quilômetros ao norte da capital Cairo. O ataque matou pelo menos 27 pessoas e feriu 78, segundo o Ministério da Saúde egípcio.

Local da explosão, no interior da igreja de São Jorge

A segunda explosão aconteceu algumas horas depois da primeira, na parte de fora da igreja copta de São Marcos, em Alexandria, a cerca de 200 quilômetros do Cairo. Um homem-bomba matou pelo menos 17 pessoas, incluindo três policiais e feriu 48, acrescentou o ministério.   “Havia sangue em todo o chão e partes de corpos espalhadas”, disse uma cristã que estava dentro da igreja de Tanta na hora do ataque. “Houve uma enorme explosão no corredor. Fogo e fumaça encheram a sala, e os ferimentos foram extremamente graves”, disse outra mulher.

Homem morto é resgatado após ataque com homem-bomba em Alexandria.

O mais engraçado, nisso tudo, é que a Fake News não abre a boca pra tocar no assunto, estão mais preocupados em chamar o brasileiro de racista e machista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>