Coreia do Norte diz estar “pronta para guerra” contra os EUA

Regime norte-coreano respondeu com ameaças à movimentação militar americana na península da Coreia. Rússia teme ação unilateral dos EUA contra o país

São Paulo – A Coreia do Norte está “pronta para reagir a qualquer tipo de guerra desejada pelos Estados Unidos” e alerta que o envio de porta-aviões para a região no último final de semana terá “consequências catastróficas”.

As informações foram divulgadas pelo regime de Kim Jong-un via a agência de notícias estatal Korean Central News Agency em um comunicado repercutido em todo o mundo.

“Tomaremos as contramedidas mais resistentes contra os provocadores para nos defendermos pelo uso da força das armas”, declarou o porta-voz do Ministério do Exterior norte-coreano.

“A grave situação prova novamente que a Coreia do Norte estava no seu direito quando aumentou suas capacidades militares em todas as áreas para se defender e realizar ataques preventivos usando a força nuclear como pivô”, continuou o oficial em nota.

Coreia do Norte x EUA

A Coreia do Norte está alerta desde a semana passada, depois que o presidente americano Donald Trump ordenou bombardeios em uma base aérea do governo sírio em resposta ao suposto ataque químico que matou 86 pessoas em Idlib (Síria). (Entenda o caso)

A reação americana, embora inesperada do ponto de vista da política externa não-intervencionista prometida pelo republicano, foi vista como “recado” para o regime norte-coreano. No domingo, Trump pediu ao Departamento de Segurança Nacional um “leque completo de opções” para lidar com a questão.

Programa nuclear

O país vem realizando uma série de testes nucleares desde 2016, ignorando sanções impostas pela comunidade internacional e resoluções do Conselho de Segurança da ONU. No fim do ano, o regime anunciou que testaria em 2017 um míssil balístico intercontinental, capaz de alcançar os EUA.

A situação, agora, é delicada, uma vez que analistas e líderes globais suspeitam que o regime esteja preparando mais um teste nuclear para o próximo final de semana, ocasião em que o país celebrará o 105º aniversário de seu fundador Kim Il-Sung.

Nesta semana, China, aliada do Norte, e Coreia do Sul divulgaram que estão negociando a adoção de novas medidas contra a Coreia do Norte, caso insista em prosseguir com o seu programa nuclear.

A Rússia, por sua vez, manifestou a preocupação de que os EUA podem estar se preparando para atacar o país unilateralmente, tal qual o que foi feito na Síria.

Olhe esse video:

Créditos: http://exame.abril.com.br/mundo/coreia-do-norte-diz-estar-pronta-para-guerra-contra-os-eua/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>