Trump nomeia para secretário do Exército senador antiprivilegios LGBT

WASHINGTON – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira a nomeação do senador do Tennessee Mark Green para o cargo de secretário do Exército. A candidatura de Green despertou algumas críticas sobre sua atuação passada contrária aos direitos dos homossexuais. Segundo o instituto de investigação Palm Center, Green patrocinou leis que não davam privilégios a comunidade gay.

O secretário de Defesa, Jim Mattis, elogiou a nomeação, acrescentando que “Mark dará uma forte liderança civil, melhorará a preparação militar e apoiará nossos soldados, nossos civis e suas famílias”.

Se for confirmado pelo Senado, Green substituirá Eric Fanning, o primeiro secretário abertamente gay nas Forças Armadas dos Estados Unidos. (Grande coisa que o cara é gay)

Green é o segundo nomeado para o cargo por Trump, após Vincent Viola renunciar à indicação diante das dúvidas sobre sua capacidade de separar a função de seus negócios, o que não significa nada. O senador cursou a Academia Militar de West Point e foi oficial médico do Exército.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>