5 thoughts on “Quem Ganhou? Marco Antônio Villa x Bolsonaro. Assista!

  1. Ricardo Vilemberg

    Assisti uma parte do debate, que esteve mais para “bate-boca”, o Villa veio com uma ideia pré-estabelecida de desprezo pelo Bolsonaro, e não conseguiu disfarçar isto, tanto que ele não permitia que o Bolsonaro respondesse as perguntas, interrompia e agia de forma muito deselegante, o que mais me deixou perplexo é saber que para o Villa a honestidade é algo descartável e sem importância no mundo político, que para ser “Presidente” basta ser “esperto”, instruído mas não necessariamente ser honesto.

  2. Matheus Henrique da Silva

    MANOOOO ESSE VILLA NÃO CALA A BOCA 10 SEGUNDOS CARAAALHOOOOOOOO

  3. Carlos Kenji

    Esse lixo acha que honestidade não é mais importante que a economia? Os karas roubaram quase um décimo do nosso PIB e isso não interfere? Que cara lixo!

  4. Fatima Daoud

    Não é à toa que o Marco Antonio Villa declara que não está nem ligando para o Foro de São Paulo. Tudo o que ele dez pressupõe, de fato, uma completa ignorância desse assunto. Ele não sabe sequer que quem colocou o Chávez no poder foi o Foro.
    Ele imita bem a linguagem acadêmica para dar ares de quem está dizendo alguma coisa. É um charlatãozinho patético.
    Conceituações primárias que não dão conta do objeto”… Ele está me macaqueando. (Olavo de Carvalho)

  5. Marcelo Abrileri (Abrileri)

    Marco Antonio Villa é um dos pilares do novo Brasil, mas o Villa foi foi muito desonesto hoje com o Bolsonaro !!! Ele não foi justo!!!
    Perguntava 20 coisas de cada vez e queria que o Bolsonaro explicasse tudo, nos detalhes e com profundidade em alguns minutos?
    Ainda, parece que ele pensa que o técnico de futebol tem que ser também goleiro, zagueiro, meia, ponta e atacante, ou que o Maestro saiba tocar Saxofone, Trombone, Piano, Harpa, Piano e Violino.
    O Presidente NÃO PRECISA ser especialista EM TUDO, ele tem que ser apenas um bom Técnico, um bom Maestro, um bom lider e saber contratar quem sabe!!!
    Ele que se diz tão inteligente devia saber isso. Ou será que sabe mas não gosta? Porque demonstrou ter profundas feridas do período Militar, seria isso que o impede de gostar do Bolsonaro?
    Qual a dificuldade do Villa de compreender que naquele período, se os militares afrouxassem teriamos o comunismo instalado no Brasil hoje! Ou duvidamos disso? Ou seja, se foram DUROS naquela época, é porque era necessario!!! Ele como historiador sabe disso!
    Mas acho que o pior foi ouvir o Villa dizer que moral e honestidade não são importantes !!! Ele está querendo dizer nossos políticos não precisam ser honestos !?!?
    O Bolsonaro não é perfeito, mas ele está corretíssimo em dizer que a honestidade é base para qualquer coisa! É o alicerce para se construir qualquer coisa que possa vir a prosperar e ter longevidade! Bolsonaro não é um Super Homem, não sabe tudo, mas é sim um candidato interessante. Dizer que não vota nele e também não tem candidato não ajuda, não é mesmo? O que vamos fazer então em 2018? Não vamos votar em ninguém?
    Em resumo, se tivermos um candidato melhor, vamos votar nele, mas o Bolsonar pode vir a ser um candidato interessante sim, pois demonstra ser honesto e por já ter estado um bom período na política brasileira e saber como ela funciona.
    Hoje o desonesto foi o Villa! Ele não estava ali para entrevistar e ouvir, estava ali para julgar! Estava ali para não deixar o Bolsonaro se defender, foi para ridicularizar todos os pontos fortes dele e para pisar nos pontos fracos. Ninguém é perfeito, nem o Bolsonaro. Mas temos ai um candidato honesto. Quem não gostar dele, que não vote, mas pelo menos ele não é um ladrão, corrupto, oportunisa e diferente de outros, não tem um plano de poder, para se perpetuar nele, mas pelo contrário, tem as melhores intensões para defender e fazer o nosso Brasil crescer e por tudo isso, merece ao menos respeito, algo que você não lhe deu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>