Mijar nas calças é arte? E se for pago com dinheiro publico?

Estatais financiaram “performance artística” em que mulheres urinam nas calças

Exatamente, uma “performance artística” em que as mulheres urinam nas calças em público. E financiada por meio do dinheiro dos pagadores de impostos brasileiros. Essa é a proposta de “Transbordação”, produção criada pela mestranda em Artes Visuais pela Unicamp, Dora Smék.

De acordo com a autora da “obra artística”, durante a performance “o ato de urinar deixa de ser simplesmente uma necessidade fisiológica e passa a ser uma experiência poética”. O ato é feito por mulheres que se candidataram voluntariamente para participar. O financiamento, entretanto, não teve nada de voluntário.

A “performance” foi realizada primeiramente no Sesc Bom Retiro – entidade do Sistema S, financiado por meio de imposto sobre a folha salarial de todas as empresas do país e que pode chegar a até 0,5% ao mês e, portanto, na prática estatal – no dia 15 de setembro de 2016.

Na última quarta-feira (12), o ato voltou a ser realizado, dessa vez na Galeria Vermelhodentro da programação da exposição “Verbo”, feita em parceria com a Associação Cultural Videobrasil, entidade que possui apoio do Sesc e patrocínio da Petrobras.


fonte: goo.gl/KrRn31

 

3 thoughts on “Mijar nas calças é arte? E se for pago com dinheiro publico?

  1. Renato

    Só pode ser fetiche de algum doente mental, pra querer assistir essa merda.

  2. Adenair Câmara

    A FELICIDADE DE SER IMBECIL. A DESTRUIÇÃO DA CULTURA!

  3. “palavras de motivação”

    Um dia você ainda vai olhar pra trás e ver que os problemas eram, na verdade, os degraus que te levaram à vitória.

    Se você quer vencer não fique olhando a escada, comece a subir degrau por degrau até chegar no topo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>