Santander… Arte ou Crime? Imagens e vídeos

Em Porto Alegre, o Banco Santander, que em 2016, obteve um lucro de R$7,3 bilhões de reais, reccorreu a lei de incentivos fiscais á cultura, conhecida como Lei Rouanet, obtendo quase R$ 1 milhão de reais, na exposição Queermuseu (Museu Gay), sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade.



 

Fonte: http://versalic.cultura.gov.br/#/projetos/164274



 




 

A exposição, que conta com o apoio de Maria do Rosário e Lucia Genro, gerou revolta e mobilização, obrigando o banco a encerrar a exposição 1 mês antes do previsto, alegando que entende a revolta popular por promover escárnio a figura de Jesus Cristo e colocar crianças travestidas como prostitutas.

Entre diversas obras, sob o argumento de “defesa a liberdade sexual, liberdade e expressão artística e das liberdades democráticas”, podemos observar incentivo a prostituição infantil, zoofilia, pedofilia e escarnio a fé cristã.




 



Leia a íntegra a mensagem pelo enviada pelo Santander:

Agradecemos seu contato sobre a exposição Queermuseu – Cartografias da diferença na Arte Brasileira.

Reconhecemos que, além de despertar a polêmica saudável e o debate sobre grandes questões do mundo atual, infelizmente a mostra foi considerada ofensiva por algumas pessoas e grupos.

Nós, do Santander, pedimos sinceras desculpas a todos aqueles que enxergaram o desrespeito a símbolos e crenças na exposição Queermuseu. Isso não faz parte de nossa visão de mundo, nem dos valores que pregamos. Por esse motivo, decidimos encerrar antecipadamente a mostra neste domingo, 10/09.

O Santander Cultural tem como missão incentivar as artes e dar luz ao trabalho de curadores e artistas brasileiros, para gerar reflexão positiva. Se esse objetivo não foi atingido, temos o dever de procurar novas e diferentes abordagens. Seguimos, portanto, comprometidos com a promoção do debate sobre diversidade e inclusão, entre outros grandes temas contemporâneos.



Minha opinião:

Embora o Santander se apoie na defesa da diversidade sexual e da identificação de gênero, a mostra “cultural” (o conceito de arte e cultura são subjetivos) traz uma visão bestial a figura do homossexual e transgêneros.

Explico:  A mostra expõe um denso material de zoofilia, pedofilia e prostituição infantil, bem como profanação dos símbolos cristãos, em nome do combate a LGBTFobia, o que nos leva a crer que tal grupo citado seja condescendente com tais praticas, o que eu discordo totalmente.

Ligar a figura do homessexual/transgênero a tais bestialidades é tão ofensivo quando o preconceito aos mesmos.

Santander não ofendeu apenas aos cristãos, ofendeu a uma enorme parcela da comunidade LGBTS que discordam dessas práticas.



Vídeos sobre a exposição

A favor da exposição:




Contra a mostra:




Camila

About Camila Abdo

Jornalista (MTB - 0083932/SP; Associação Brasileira de Jornalista -ABJ- 2457) , com cursos nas áreas de jornalismo digital, jornal impresso, fundamentos do jornalismo, jornalismo investigativo, assessoria de imprensa e comunicação interna. Estudante de direito (Unip) e história (Anhanguera), possuo diversos cursos de especialização na área de psicologia/psicopatologia, entre eles: urgências psiquiátricas, perícias criminais, psicopatologia da infância e adolescência, transtornos de personalidade, terapia cognitivo-comportamental, psicanálise: teoria e técnica, gestalt terapia, criminologia, sexualidade - normal e patológica, psicofarmacologia, psicologia forense, neuroanatomia, abuso sexual infantil, predadores sexuais, psicologia social e violência doméstica, enfermagem em saúde mental, medicina legal e psicologia penitenciária. Certificado INBOUND pela HUBSPOT ACADEMY. Meu canal: https://www.youtube.com/c/CamilaAbdoCalvo

5 thoughts on “Santander… Arte ou Crime? Imagens e vídeos

  1. Anônimo

    Reacionários falando sobre arte são iguais a crianças falando sobre Mecânica Quântica…

    • O Retrógrado

      vdd, senhor anonimo.

    • Robson Nunes da Silva

      Esquerdistas falando sobre arte são como cães famintos que alimentam-se do próprio vômito.

  2. Marcus

    A sociedade não deve ser obrigada a engolir esse vômito de indecência humana, que deturpa valores básicos, que tem como objetivos tornar tão miseráveis como si próprios.

  3. Marcus

    Tudo pode ser feito com dois caminhos de demonstrar o bem ou o mal, mas essa amostra, expõe o pior da humanidade, coisas que muitos adultos nem conhecem, mas querem formar uma crença diabólica onde tudo é permitido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>