O Ciclo Fake News

Compartilhe!

por Vanessa Nascimento

Há tempos que, no Brasil, está decretada uma guerra pela atenção do povo. Não só nas mídias populares, como a televisão, revistas e jornais impressos, mas também em redes sociais. Quem chama mais a atenção? Militantes que, fingem conhecer e diferenciar ideologias ou aquele Jornal Esquerda que, publica Fake News, distorcendo eventos e até mesmo inventando situações que nunca ocorreram?
O circo está armado. O picadeiro em Brasília. O Brasil aplaude de longe, até mesmo o que desconhece, para não deixar de ser educado com aqueles que, não fizeram bem o seu trabalho. Fotógrafos, microfones, perguntas sobre um tombo e um escorregão que, ao serem publicadas viraram um empurrão do companheiro. Caso, você não tenha ficado atento, não percebeu a diferença entre cair e ser jogado. E assim eles te manipulam, te convencem de que, o que eles escreveram é a verdade, o que se propaga é o que acontece e como você não é aquela pessoa que, não costuma mastigar, apenas engole e repete o processo compartilhando para o feed alheio.
A hora dos palhaços chegou. Aqueles que, fazem mímica, imitam e jogam água em você. Mas eles não são comuns, usam das redes sociais e até criam perfis falsos para alavancar aquela publicação e hashtag lacradora. Falam de coisas que, não possuem o menor domínio, tentam te iludir disseminando o ódio gratuito por onde publicam suas reflexões, dignas de Platão. Se você concorda, você faz parte do clube, se não, é apenas mais uma fascista na lista para combater. Ah! E eles te combatem, meu amigo.
Hipócritas, estão por toda parte. Aqueles que pregam por uma sociedade justa, quem diria, publicando mentiras para iludir seu eleitorado ou adquirir mais uma alma para o seu grupinho de discussão ao pôr do sol. São esses, os mais iludidos. Doutrinados, sim. Não existe uma palavra para descrever, o que causa tamanha hipnose em pessoas, algumas vezes, realmente inteligentes, mas cegas por aquilo que acreditam e a fizeram acreditar. A mente te engana, te deixa cega, apenas para você não ser decepcionado ao ver seu político sendo corrupto em sua frente. Só, para não colocar seu professor de história favorito, como o mais novo vilão da educação.
Agora, apelamos ao vitimismo, com o discurso de ódio. De ódio sim, aquele que, dizem que são os seus adversários que o propagam. Temas da pauta: negros, escravidão, homossexualismo, feminismo, policiais, armas, crianças, ataques inventados e até mesmo forjados. E a sociedade, frágil, cansada, principalmente a minoria que, se acha vítima de outros ao seu redor, abraça a causa e mais uma vez é, manipulada, comprada e depois usada, para delegar mais similares ao movimento. E aí, o ciclo se repete.
Esquerda ou direita, todos tem sua base de Fake News para publicar e atingir seus adversários. Não se deixem enganar. Estudem, leiam, pesquisem, filosofem. Estudem história a fundo, debata com seus professores, provoquem, questionem, façam comparativos, tracem relações de perfis em ícones históricos, para não cair em mais um sistema de domínio de rebanhos, no qual quem leva o poder é o líder sociopata. Sempre irei repetir, não é a ideologia, não é o povo, é tudo uma questão de poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>