A esquerda que não trepa

Fico imaginando um mundo com leis que restrinjam a mulher transar de 4 por considerar esta uma posição de submissão feminina, verdadeira expressão do domínio patriarcal opressor. Detalhe: as mulheres adoram “dar de quatro”, quase um consenso! De quatro, ela gemia. Por trás, ele a penetrava e doía. O amor anal é sempre selvagem e…

Continuar lendo

ANA: Entre o machismo e a misoginia

É preciso esclarecer uma coisa: se tem algo que a esquerda nos deve é o resgate da exatidão de determinados conceitos. Orwell já nos alertava sobre essa estratégia vil de renomear e atribuir novos significados a conceitos e ideias já estabelecidas, de modo a confundir as pessoas e manipular discursos; estratégia essa adotada por governos…

Continuar lendo